Ucrânia – Papa Francisco deve pedir desculpas por pedir à Ucrânia que se renda

O Congresso Mundial Ucraniano (UWC) junto com milhões de católicos ucranianos e outros fiéis mundialmente estão indignados por Sua Santidade o Papa Franciscocomentáriosque a Ucrânia “deveria ter a coragem da ‘bandeira branca’ e negociar” para fim da guerra com a Rússia.

“Todos os dias, homens e mulheres corajosos da Ucrânia lutam corajosamente e sacrificam as suas vidas para impedir A invasão ilegal da Ucrânia pela Rússia. Chamadas para ‘rendição’ não é apenas terrível para os ucranianos, mas faz o jogo do Kremlin que está usando esses comentários para enfraquecer o apoio à Ucrânia”, afirmou o presidente do UWC, Paul Grod.

Invasão militar não provocada da Rússia na Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022 e diário bombardeio ataques, são ato claroé de agressão. A comunidade internacional continua a condenar os actos vis e malignos da Rússia. Ucrânia e seu povo são vítimaéda horrenda agressão da Rússia. A Ucrânia e os seus parceiros internacionais reforçaram o facto de esse é uma guerra de valores, esse mal deve ser derrotado. O UWC invoca Papa Francisco apoiar a Ucrânia e a comunidade internacional nesta luta contra o mal.

O Papa Francisco tem infelizmente em mais de uma ocasião fez declarações que distorcem a realidade da situação na Ucrânia, declarações que mais tarde tem que ser explicado pelo Vaticano funcionários. O Papa Francisco deve afirmar claramente que a Rússia é o agressor e a Ucrânia a vítima. Os ucranianos não estão preparados para se render como sabem que seus compatriotas estão enfrentando perseguição ímpia em Russo- território ocupadoousim. Após 10 anos de guerra da Rússia contra a Ucrâniaisso é claro que Rússia pretende concordar e controlar a Ucrânia. Coloque em tem sido consistentemente claro que ele pretende assimilar o povo ucraniano na russo nação.

A Ucrânia pode estar ferida, mas não está derrotada e qualquer apelo para desistir da luta contra o mal, é injusto. Bconfiança em Deus e a Ucrânia é wchapéu dá ao povo o força para continuar lutando contra o mal diariamente. Apelamos a Sua Santidade para falar comtanta clareza moral”, continuou Grod.

“A última declaração de Sua Santidade o Papa Francisco é ofensiva para não somente milhões de católicos ucranianos que sofrem com a invasão brutal da Rússia mas à comunidade internacional que acredita na justiça e na erradicação do mal.

Exortamos o Papa a mostrarforça e fornecer um claro condenação que a Rússia é unicamente responsável pela guerra actual.

Apelamos também a Sua Santidade para visitar o liberado Regiões ucranianas que foram locais de tortura em massaviolência sexual, e assassinato cometido por criminosos de guerra russos. Depois falaring com sobreviventes e defensoresele entenderemos então por que a libertação do Povo ucraniano e suas terras é a única opção.”Grod acrescentou.

Não negociamos com o mal – nós o derrotamos! concluiu Grod.

Cobrir: Isabella Bonotto/AFP via Getty Images

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading