Ucrânia – Rússia deporta crianças da Ucrânia para a Bielorrússia para treino militar

Inscreva-se no grupo de análise e inteligência no Telegram ?? https://t.me/areamilitar

Os russos transportaram várias dezenas de crianças ucranianas dos territórios ucranianos ocupados para a Bielorrússia. Os menores foram encaminhados para “treinamento de sobrevivência de emergência”com militares bielorrussos, de acordo com para Políticocitando a mídia bielorrussa.

O canal de televisão estatal Belarus 4 Mogilev informou na quarta-feira que 35 crianças da cidade de Antratsyt, no leste da Ucrânia, ocupada pela Rússia desde 2014, foram enviadas para a cidade de Mogilev, no leste da Bielorrússia, onde foram ensinadas “como se comportar em situações extremas”. ”em exercícios com os militares bielorrussos”, escreve a publicação.

A mídia bielorrussa mostrou crianças, algumas vestidas com trajes esportivos e bandeiras russas nas mangas. Os menores se abraçam e cobrem o rosto durante os exercícios de combate a incêndio.

Em dezembro, o autoproclamado presidente bielorrusso Lukashenko, que cedeu o território do país à Rússia para a guerra contra a Ucrânia, reuniu-se com um grupo de crianças ucranianas deportadas, prometendo “abraçar essas crianças, trazê-las para nossa casa, mantê-las aquecidas e tornar sua infância mais feliz.

Desde o início da invasão em grande escala, as autoridades de ocupação russas deportaram milhares de crianças ucranianas para a Rússia e a Bielorrússia a partir de territórios temporariamente ocupados, segundo o Politico. No entanto, Moscovo começou a deportar crianças ucranianas mesmo antes da invasão em grande escala em 24 de Fevereiro de 2022. Desde 2014, os defensores dos direitos humanos estimam que a Rússia deportou mais de 1,5 milhões de menores.

Em Abril, o Conselho da Europa nomeado a transferência forçada e a russificação de crianças ucranianas como “evidência de um genocídio”.

Em novembro, foi relatado que os russos nos territórios ocupados da Ucrânia receberam instruções do Kremlin para preparar novas listas de crianças que não têm tutela para posterior deportação, disse o Centro Nacional de Resistência.

Em 17 de março de 2023, o Tribunal Penal Internacional emitiu um mandado de prisão para o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, bem como para Maria Alekseyevna Lvova-Belova, que é a Comissária Presidencial da Rússia para os Direitos da Criança.

Putin e Lvova-Belova são suspeitos de cometerem o crime de guerra de deportação ilegal e transferência de crianças das regiões ocupadas da Ucrânia para a Federação Russa, ocorrido pelo menos desde 24 de fevereiro de 2022.

Capa: mogilev.mchs.gov.by (foto cortesia)

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading