URGENTE!! Israel responde às falas de Lula e diz que presidente brasileiro CRUZOU LINHA VERMELHA

O chefe do executivo do Brasil, Lula, mais uma vez protagonizou falas e cenas lamentáveis em mais uma viagem ao exterior.

Neste domingo, 18 de fevereiro, durante entrevista a jornalistas no hotel em que está hospedado em Adis Abeba, capital da Etiópia, Lula voltou a atacar Israel e comparou as operações militares na Faixa de Gaza ao extermínio de judeus promovido por Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial.

O Brasil virou chacota internacional. De acordo com o jornal Visegrás24: “Lula diz que o que Israel está fazendo ao povo da Faixa de Gaza nunca aconteceu antes na história, exceto o que Hitler fez aos judeus.

Lembra-se de como a mídia internacional torceu por este homem durante as eleições?”

O ex-juiz federal e atual Senador do Brasil, Sérgio Moro, criticou as falas do mandatário dizendo que “Lula é aliado de ditadores do mal, simples assim”.

As falas do chefe do Brasil não passariam despercebidas pela liderança israelense.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, classificou como “vergonhosas” e “graves” as declarações do presidente Lula.

Benjamin Netanyahu disse que LULA CRUZOU A LINHA VERMELHA. Segundo ele, “as palavras do presidente do Brasil são vergonhosas e graves. Trata-se de banalizar o Holocausto e de tentar prejudicar o povo judeu e o direito de Israel se defender.

Comparar Israel ao Holocausto nazista e a Hitler é cruzar uma linha vermelha. Israel luta pela sua defesa e pela garantia do seu futuro até à vitória completa e fá-lo ao mesmo tempo que defende o direito internacional.

Decidi com o chanceler Israel Katz convocar imediatamente o embaixador brasileiro em Israel para uma dura conversa de repreensão”.

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading