USAF – EUA e Bangladesh reforçam interoperabilidade de transporte aéreo tático durante Cope South 24



Quase 80 militares da Força Aérea dos EUA e dois C-130J Super Hércules aeronave do 36º Esquadrão de Transporte Aéreo Expedicionário integrado com Bangladesh para o exercício de transporte aéreo tático bilateral, Cope South 2024 no Acantonamento de Bangabandhu da Força Aérea de Bangladesh, Dhaka e Local Operacional-Alpha, Sylhet, Bangladesh, de 19 a 28 de fevereiro.




Aviadores de Base Aérea de Yokota e Kadena ABJapão; Base Conjunta Pearl Harbor-Hickam e Base Aérea de AndersenGuam, se reuniram para participar de intercâmbios de especialistas no assunto e seis missões de transporte aéreo tático ao lado da BAF, que envolveram 77 saltos de pessoal e cinco lançamentos aéreos de pacotes de carga.


Cope Sul 2024 é um Forças Aéreas do Pacíficoexercício de transporte aéreo tático bilateral patrocinado e oferece uma oportunidade para fortalecer a interoperabilidade entre as Forças Aéreas dos EUA e de Bangladesh, o que impacta diretamente a capacidade de abordar preocupações de segurança compartilhadas.


“A Cope South se concentra no desenvolvimento de relacionamentos mais próximos com nossos parceiros BAF, para que estejamos mais bem equipados para operar juntos no futuro”, disse o capitão Jason Bentley, comandante da 36ª missão EAS.


“Estamos desenvolvendo habilidades que auxiliam na ajuda humanitária e nas operações de socorro em desastres, que abrangem uma ampla gama de áreas, incluindo gestão de recursos de tripulação, formação de aeronaves, operações de lançamento aéreo, manutenção de aeronaves e evacuação aeromédica”, acrescentou.


Ao longo do exercício, tanto os membros do serviço da Força Aérea dos EUA como do Bangladesh trocaram melhores práticas, ou SMEEs, nos campos de carreira de operações, manutenção, medicina e aparelhamento para fortalecer as relações e apoiar o esforço de modernização a longo prazo das Forças Armadas do Bangladesh para manter a estabilidade regional.


As relações construídas com parceiros regionais no Indo-Pacífico através de exercícios como o CS24, operações civis-militares e intercâmbios militares são vitais nos esforços da HADR e na preservação da estabilidade na região. O CS24 ajudou a cultivar estes laços comuns, fomentou a boa vontade e melhorou a prontidão da missão e a interoperabilidade entre os membros das Forças Aéreas do Bangladesh e dos EUA.


“Os loadmasters da BAF foram gentis e fizeram com que nossas interações e intercâmbios com PME parecessem que estávamos simplesmente conversando com velhos amigos e compartilhando lições aprendidas como aviadores”, disse o sargento mestre. Tonisha Odom, 36º líder alistado sênior do EAS. “No pouco tempo que estivemos lá, desenvolvemos um relacionamento caloroso e estou grato pela oportunidade de trabalhar ao lado da BAF, sabendo que partilhamos um compromisso comum de proteger a soberania das nações livres.”




Através de exercícios bilaterais como o Cope South 2024, a Força Aérea dos EUA e os parceiros regionais envolvidos fortalecem as relações humanas sob o objectivo comum de estabilizar a região e, em última análise, salvaguardar a segurança de um Indo-Pacífico livre e aberto.


“A participação das Forças Aéreas do Pacífico no Cope South 2024 reafirmou de fato o forte vínculo de frivolidade, amizade e cooperação entre nossas duas forças aéreas”, disse o vice-marechal da Força Aérea da BAF, Hasan Mahmood Khan, chefe assistente do Quartel-General da Aeronáutica durante o encerramento. cerimônia.


“O Exercício Cope South não se limitou a eventos militares e exercícios estratégicos, mas incorporou o espírito de parceria entre as missões”, concluiu. “Este exercício certamente abriu caminho para um novo otimismo na formação do nosso vínculo e compromisso existentes para defender os apelos da humanidade.”






Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading