HomeIsraelViolência em Jerusalém pela terceira noite consecutiva

Violência em Jerusalém pela terceira noite consecutiva

Jerusalém Oriental foi palco de confrontos entre palestinos e a polícia israelita, pela terceira noite consecutiva. Dezenas de pessoas ficaram feridas.

Os tumultos ocorreram apesar do Supremo Tribunal de Israel ter adiado a decisão sobre o despejo de mais de 70 palestinos de um bairro da Cidade Santa.

Teme-se que os tumultos voltem às ruas pois está prevista, para esta segunda-feira, 10 de maio, a Marcha anual do Dia de Jerusalém onde se prevê a passagem se jovens sionistas por zonas muçulmanas.

O evento assinala a captura de Israel de Jerusalém Oriental, e dos locais sagrados, em 1967. A passeata é considerada por muitos palestinos como uma provocação.

Reprodução

Depois de uma reunião do Conselho de Ministros, Benjamin Netanyahu, sublinhou que Israel não permitirá “que nenhum elemento radical prejudique a calma em Jerusalém”.

Será imposta “de forma decisiva e responsável, a lei e a ordem.” O primeiro-ministro israelita defendeu que a liberdade de religião, para todas as religiões, continuará a ser mantida, mas não serão permitidos “tumultos violentos” e deixou um aviso: “Israel reagirá com força a cada ato de agressão proveniente da Faixa de Gaza”.

Nos últimos dias, centenas de pessoas ficaram feridas em confrontos perto da mesquita de Al-Aqsa, na Cidade Velha.

Neste twitter acima é possível observar a confusão e as ações das autoridades locais.

A violência por parte dos palestinos e as ações das autoridades foram temas de repúdio de vários países e organizações internacionais. A União Europeia, os EUA e as Nações Unidas incitaram Israel a travar a expansão dos colonatos.

A vizinha Jordânia, guardiã dos locais sagrados muçulmanos em Jerusalém Oriental, condenou as ações da polícia israelita, classificando-as como “bárbaras”.

Centenas de jordanos manifestaram-se, no domingo, em Amã em protesto contra Israel e exigindo a deportação do embaixador israelita.

EuroNews, via Redação Área Militar

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!