HomeCuriosidadesChegava ao fim Adolf Hitler em 1945

Chegava ao fim Adolf Hitler em 1945

Não havia mais saída, ou era a rendição ou a morte. Adolf Hitler escolheu o ceifador

Desde pelo menos 1943, estava se tornando cada vez mais claro que a Alemanha se dobraria sob a pressão das forças aliadas – EUA, URSS e Reino Unido. Em fevereiro daquele ano, o 6º Exército alemão, atraído para as profundezas da União Soviética, foi aniquilado na Batalha de Stalingrado, e as esperanças alemãs de uma ofensiva sustentada em ambas as frentes evaporaram.

Então, em junho de 1944, os exércitos aliados ocidentais desembarcaram na Normandia, na França, e começaram a empurrar sistematicamente os alemães de volta para Berlim.

De acordo com o historiador britânico Antony Beevor, as incursões pós-invasão à Normandia foram lentas, árduas e sangrentas. Alguns atiradores alemães se penduravam em árvores e amarravam seus corpos, na intenção clara que, caso fossem baleados, não cairiam no chão e sua posição não seria deflagrada.

Em julho de 1944, vários comandantes militares alemães reconheceram sua derrota iminente e conspiraram para remover Hitler do poder a fim de negociar uma paz mais favorável.

Suas tentativas de assassinar Hitler falharam, no entanto, e em suas represálias, Hitler executou mais de 4.000 compatriotas.

Anuncio da Stars and Stripes em 1945 sobre a morte de Fuhrer

Em 30 de abril de 1945, escondido em um bunker 25 pés abaixo do solo e sob seu quartel-general em Berlim, Adolf Hitler comete suicídio engolindo uma cápsula de cianeto e atirando na própria cabeça. Logo depois, a Alemanha se rendeu incondicionalmente às forças aliadas, acabando com os sonhos de Hitler de um Reich de “1.000 anos”.

Image without a caption
Bunker de Hitler

A cena foi acidentalmente observada por dois guardas, um dos quais viu a cabeça danificada de Hitler, que era “repulsiva ao extremo”, de acordo com Trevor-Roper.

Antes do suicídio, Hitler dissera a um assessor importante, o oficial da SS Otto Günsche, que temia que seu cadáver fosse exposto “em algumas obras de cera em Moscou”, escreveu Kershaw em sua biografia de Hitler.

Fuhrer ordenou que Günsche evitasse isso. Günsche se apressou em conseguir gasolina suficiente para a cremação. Quarenta e sete galões foram encontrados e entregues no jardim ao nível do solo, de acordo com Trevor-Roper.

Did Hitler live in Argentina? The most incredible stories and conspiracy  theories about his death and supposed flight to Patagonia | The Rio Times
Eva Braun e Hitler com seus cachorros

Dentro da sala da morte, Linge espalhou cobertores no chão. Ele não olhou para a cabeça despedaçada de Hitler: “Meu … objetivo era terminar e fugir.” O corpo de Eva Braun, esposa de Hitler, que também cometeu suicídio, foi removido e passado de um policial para outro subindo os lances de escada para o jardim onde a gasolina esperava.

Linge e dois outros carregaram Hitler. Os corpos foram colocados no chão. A artilharia russa caiu perto.

O sigilo era vital, por medo de que se os guardas do bunker vissem que Hitler estava morto, eles fugissem, disse Linge.

Correspondentes oficiais de guerra investigando local da morte de Hitler. Reparem a mancha escura de sangue no braço de apoio do sofá

A gasolina foi derramada sobre os corpos. Goebbels produziu alguns fósforos, mas o vento estava forte demais para acendê-los. Alguém sugeriu o uso de uma granada de mão.

O sempre eficiente Linge voltou ao bunker e fez uma tocha com alguns documentos. Bormann o acendeu e jogou nos cadáveres, que pegaram fogo instantaneamente. A fumaça negra subiu para o céu.

Em seguida, Linge, Bormann, Goebbels, Günsche e dois outros levantaram as mãos em uma última saudação a “Heil Hitler”.

O Corresponde de guera Knauth, à esquerda, foi informado que os corpos de Hitler e Eva Braun haviam sido queimados neste jardim

Os corpos queimaram noite adentro. Ocasionalmente, os soldados colocavam mais gasolina, até não sobrar quase nada. Dois guarda-costas de Hitler enterraram o que restou no jardim.

History.com Editors, Michael E. Ruane, Washington Post, Life, via Redação Área Militar


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!